Amor X Liberdade

Barney e Robin : O solteiro convicto e a jornalista que não acredita em relacionamentos

Quinta-feira de chuva aqui em Floripa [só pra variar um pouquinho, né?] e, passeando por alguns sites, encontrei esse texto de uma escritora canadense de 33 anos que narra como seria a ideia de seu relacionamento ideal. Me identifiquei por completo e resolvi compartilhar com vocês na hora!

Quero estar solteira, mas com você

“Quero que vá tomar cerveja com seus amigos para que no dia seguinte tenha ressaca e me peça que vá lhe ver porque deseja ter-me entre seus braços e que acariciemos um ao outro. Quero que conversemos na cama pela manhã, sobre todo tipo de coisas, mas algumas vezes, pela tarde, quero que cada um faça o que quiser durante o dia.

Quero que me fale sobre as noites em que você sai com seus amigos. Que me conte que havia uma menina no bar que te olhava. Quero que me mande mensagens quando estiver bêbado com seus amigos e que me diga besteiras, apenas para que possa ficar seguro de que eu também estou pensando em você.

Quero que ríamos enquanto fazemos amor. Que comecemos a rir porque estamos provando coisas novas e que não têm sentido. Quero que estejamos com nossos amigos, para que pegue na minha mão e queira me levar a outro local, porque já não pode aguentar-se e tem vontade de fazer amor comigo ali mesmo. Quero ter de permanecer em silêncio porque há pessoas e ninguém pode nos ouvir.

love4

Quero comer com você, que me faça querer falar sobre mim e que você fale sobre você. Quero que discutamos sobre qual é o menor: a costa norte ou a costa sul, a parte ocidental ou a oriental. Quero imaginar o apartamento de nossos sonhos, mesmo sabendo que provavelmente nunca vivamos juntos. Quero que me conte seus planos, esses que não têm nem pé, nem cabeça. Quero surpreender-me dizendo “Pega seu passaporte que estamos indo”.

Quero ter medo com você. Fazer coisas que não faria com ninguém mais, porque com você me sinto segura. Voltar para casa muito bêbada depois de uma noite divertida com amigos. Para que coloque a mão no meu rosto, me beije, me use como travesseiro e me abrace bem forte durante a noite.

Quero que tenha sua vida para que decida viajar algumas semanas, apenas por capricho. Para que eu fique aqui, sozinha e chateada, desejando que salte sua carinha no Facebook me dizendo “oi”.

Não quero que sempre me convide para suas noitadas e não quero convidar você para as minhas. Assim, no dia seguinte, posso contar como foi minha noite e você também pode contar-me como foi a sua.

Quero algo que seja simples e, uma vez ou outra, complicada. Algo que, por alguns minutos, me faça fazer perguntas a mim mesma, mas no momento que estiver com você em um mesmo local, desapareçam todas as dúvidas. Quero que pense que sou bonita e que fique orgulhoso ao dizer que estamos juntos.

Quero que me fale te amo e, acima de tudo, poder dizer isso a você. Quero que me deixe andar na sua frente para que possa ver como meu corpo se mexe. Para que me deixe raspar as janelas do meu carro no inverno, porque meu bumbum balança e isso te faz sorrir.

Quero fazer planos sem saber se no fim os realizaremos. Estar em uma relação clara. Quero ser essa amiga que você adora ficar. Quero que siga tendo desejo de paquerar outras meninas, mas que procure a mim para terminar o dia. Porque quero ir contigo para casa.

Quero ser aquela com quem você faz amor e depois dorme. A que te deseja paz quando está trabalhando e a que fica encantada quando você se perde no seu mundo de músicas. Quero ter uma vida de solteira com você. Porque nossa vida de casal seria igual às nossas vidas de solteiros de agora, só que juntos.

Um dia te encontrarei”.

love5

E eu também!

Beijinhos,

Gabi

4 Comentários Amor X Liberdade

  1. isaacwisllas@gmail.com'Isaac Wisllas 26 de outubro de 2015 às 4:14 PM

    São esses os relacionados mais duradouros.

    Responder
  2. viniciusbento.ds@gmail.com'Bento 30 de outubro de 2015 às 6:05 AM

    Será que este texto da autora ñ mostra um relacionamento utópico?! Hum, ñ dizendo que ñ exista momentos que foram ditos, mas como se tudo fosse uma sintonia perfeita, o que não é!

    Responder
  3. lara.srs@gmail.com'Lara 23 de novembro de 2015 às 3:21 PM

    Amei!! Não é utópico. É só difícil achar um equilíbrio sem envolver ciúmes, com confiança, mas idealizo e acredito nisso também. Qualquer forma de equilíbrio é difícil de alcançar, é um struggle. Só pensar em uma coisa simples como slack line, por exemplo, a primeira vez que sobre ali parece que vai ser impossível. Não se deixar levar pelo caminho mais fácil e persistir, em qualquer coisa, nos leva a esse equilíbrio, e são poucos que conseguem. Adorei seu blog! Muito difícil eu comentar em blogs. Vou fuçar mais por aqui. 😀

    Depois dá um pulinho no meu.(tá meio zuado que tá em reforma) http://www.eksperyens.com

    Responder
    1. Gabriela Bez 25 de novembro de 2015 às 2:49 PM

      Com certeza! O segredo da vida é viver no presente e com equilíbrio! :] Q!e bom que gostou linda, fico muito feiz! Tudo aqui é feito com muito carinho e amor! Aaaaadorei seu blog! Ele tá lindo, continue assim! :]
      Beijão!

      Responder

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *